Archive for abril \22\UTC 2013

h1

Reconhecer a voz do Pastor

abril 22, 2013

Bom dia, amados. Este texto é de dois anos atrás. Mas quando li o Evangelho de hoje, não puder deixar de lembrar esse caminho de reconhecimento que precisamos trilhar. Que seja nossa oração e direção para este mês e para toda vida.

Reconhecer é a palavra para este tempo que estamos vivendo. Começamos pedindo ao Senhor que pudéssemos O reconhecer Vivo, Real, Ressucitado. Depois, pedimos para reconhecê-Lo caminhando conosco, nos levando à comunhão com Ele.

Esta mês, pedimos ao Senhor que nos ensine a reconhecer Sua voz de Pastor. Somos todos suas ovelhas, independente de onde estamos, de qual “grupo” de ovelhas fazemos parte, ou até mesmo de como estamos, perto ou longe, saudável ou doente. Somos todos ovelhas do Grande e Bom Pastor e precisamos aprender a escutá-lo e reconhecer Sua voz no meio de tantas outras que nos rodeiam e tentam chamar nossa atenção.

No Evangelho de João, capítulo 10, de 11 a 18, encontramos o Senhor nos dando as dicas para reconhecê-lo em meio a tantas falsas vozes que tentam nos confundir:

1- “O bom pastor dá a vida por suas ovelhas”. Se temos ouvido que caminhamos sozinhos, que tudo temos que resolver sem a ajuda de ninguém, podemos ter certeza que não temos ouvido a voz do Pastor, pois Ele diz que dá a vida pelas suas ovelhas, cuida delas, sofre com elas, as conduz ao lugar certo de descanso e chegada. Não nos abandona quando precisamos, quando estamos em perigo, mas, pelo contrário, assume nossas dificuldades e se entrega em nosso lugar.

2- “Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem”. O Senhor nos conhece e nós o conhecemos. Precisamos manter nosso coração atento, por que ele reconhece quando o Senhor chama mesmo em meio à tantas outras vozes. Precisamos deixar o Espírito nos ensinar mais e mais a reconhecer a voz do Senhor.

3- “Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor”. A voz do Senhor sempre leva à unidade. Jesus nunca perdeu tempo em falar que o Pai quer um povo só, um só rebanho, uma unidade entre aqueles que creem na Salvação. Naquele momento, falando aos judeus, Jesus revelava que muitos outros pertenciam àquele redil. Falava dos pagãos, dos outros povos…falava de nós! Nós somos fruto da obediência do apóstolo Pedro e de Paulo que foram além dos limites judaicos para que a Salvação chegasse a todo canto (Um exemplo disso é a leitura de Atos 11, 1-18).

Estamos no tempo de reconhecer o Senhor agindo em nossas vidas, presente em nossa história, levando-nos como ovelhas muito queridas ao lugar de descanso e alimento. Levando-nos todos juntos à Presença do Pai.

Que nossos ouvidos se abram e nosso coração esteja atento para rejeitar as falsas vozes e seguir a Voz do Senhor.

No Amor do Amado

Carol

Anúncios