Archive for fevereiro \14\UTC 2013

h1

Quaresma – um pedido especial

fevereiro 14, 2013

Ouvindo o cd da Campanha da Fraternidade desse ano, preparando a Celebração de Quarta Feira de Cinzas…e principalmente o coração para este tempo de conversão e profunda oração.

Uma quaresma diferente. Lembro quando estávamos em um retiro, durante a Consagração do Pão, João Paulo II faleceu… Nos ajoelhamos e adoramos ao Senhor, em lágrimas, por tudo que esse papa tinha feito.

Depois, entramos em um tempo de oração, junto com a Igreja por um novo papa…e Deus nos abençoou com Bento XVI. Que homem de unção e vida de oração. Sempre lutou pela Igreja e pela Verdade. Este homem tem direito ao respeito pela decisão tomada e nosso apoio e oração sempre.

Agora, entramos num tempo favorável, como nos ensina ano após ano a Igreja. E é neste tempo que o papa Bento e, muito mais o Senhor, nos entrega a missão de orarmos pelo seu sucessor.

Percebemos mais uma vez a humildade do Santo Padre, que chama a Igreja neste tempo forte de oração não a orar por si mesmo, por suas lutas, cansaço físico…mas por aquele que virá assumir a Igreja a partir da Páscoa. É emocionante ver que, quem é realmente de Deus, não fixa os olhos em suas próprias circunstâncias. Ele poderia pedir oração pelas perseguições que passará por causa dessa decisão, pela incompreensão e tudo mais. Mas se preocupa em entregar o cuidado do povo de Deus a um homem de fé, guiado pelo Espírito de Deus.

Vamos oferecer essa quaresma pela Igreja, pelo Papa Bento XVI e pelo seu sucessor e, com certeza cantaremos, como ouço agora:

“Provai e vede como Deus é bom, feliz aquele que no Seu amor confia”

No Amor do Amado

Carol

Anúncios
h1

Profetiza sobre os ossos secos!

fevereiro 4, 2013

Esta é a ordem do Senhor para Ezequiel diante daquele vale de ossos secos.

O que é mais certo para todos do que a morte. Ao nosso entendimento, tudo pode passar e ser superado, mas, para este mundo, a morte é o ponto final de todas as coisas. É quando tudo acaba, quando não há mais nada a ser feito. Não há vida, não há sopro, não há sonhos futuros, planos. No vale de ossos secos só restam historias, que até mesmo se perdem em meio a tantas outras.

Mesmo contra a certeza de morte que seus olhos lhe davam, o profeta se levantou e profetizou sobre aqueles ossos. Foi contra si mesmo, pois humanamente, seu coração já acusava o “ponto final” para aqueles que estavam ali, para aquela situação.

Eram ossos secos, ou seja, há muito tempo estavam sem vida. Não havia nem estrutura para que pudessem se levantar. Mas, por obediência e temor ao Senhor, Ezequiel se levanta e profetiza.

E a vida acontece. Do improvável, da morte certa, do fim, Deus reergue seu povo. E refaz tudo: cada nervo, órgão, estrutura. Tudo que precisavam, Deus restituiu. E lhes deu nova Vida, um avivamento.

Somos chamados, neste mês de fevereiro a fazer o mesmo. Diante das situações em nossa vida, comunidade, Igreja, em que olhamos e só vemos ossos secos, certeza de fim e morte. Onde não esperamos mais nada, onde nosso coração desacreditou. Vamos ficar de pé e profetizar.

Vamos profetizar nova vida, avivamento, sopro do Espírito. Mesmo que à nossos olhos não haja solução, saída, meios ou estrutura para acontecer a cura. Cremos que Deus pode nos restituir tudo que a morte vem nos roubando. Tudo que a morte secou em nós, na Comunidade e na Igreja.

Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis. Ezequiel 37,5

Profetiza, querido, querida de Deus, e veremos o poder do Amor do Senhor sobre nós.

No Amor do Amado

Carol