Archive for maio \29\UTC 2009

h1

Preparando as malas e o coração

maio 29, 2009

Olá pessoal,

Estamos j de malas prontas (ou quase…rsrs) e tudo preparado para irmos à Juiz de Fora, para o Pré – Lançamento do CD. Estamos todos muuuito felizes e na expectativa do mover do Deus naquele lugar.

Peço aos irmãos que orem por nós, para sermos tudo  que Senhor quiser de nós!

No Amor do Amado

Carol

Anúncios
h1

Que sejam um!

maio 18, 2009

Estamos caminhando para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos e também do nosso I Fórum Ecumênico Adorai. Mas o que é ser Ecumênico? De onde veio essa proposta? Quais são os meios para sermos ecumênicos? São tantas perguntas que chegam a nós, que decidimos começar, nessas duas semanas que antecedem nosso evento, um estudo sobre o documento UNITATIS REDINTEGRATIO. Este Documento da Igreja vem nos trazer respostas para nossos corações e mais que isso, plantar em nós o desejo de realmente cumprirmos a vontade de Jesus: “Sejam um para que o mundo creia!”(João 17, 21).

Promover a unidade entre os cristãos é o objetivo do Concílio Ecumênico Vaticano II. Vemos já na primeira frase do Documento esta verdade e também a afirmação de que Jesus fundou uma só Igreja, embora hoje encontramos muitas Comunhões, que apresentam um Jesus dividido, o que não é vontade de Cristo, um escândalo para o mundo e prejudicial à Pregação do Evangelho. Enquanto tentamos a todo custo defender “nosso lado”, abandonamos a possibilidade de JUNTOS alcançarmos os que ainda não crêem. Muitas vezes ficamos satisfeitos com aqueles irmãos ou irmãs que abandonam suas igrejas para fazer parte da nossa, quando na verdade deveríamos estar preocupados com os que não freqüentam a Igreja e estão afastados da fé e de Deus.

“O Senhor dos séculos, porém, prossegue sábia e pacientemente o plano de sua graça a favor de nós pecadores. Começou ultimamente a infundir de modo mais abundante nos cristãos separados entre si a compunção de coração e o desejo de união. Por toda a parte, muitos homens sentiram o impulso desta graça. Também surgiu entre os nossos irmãos separados, por moção da graça do Espírito Santo, um movimento cada vez mais intenso em ordem à restauração da unidade de todos os cristãos. Este movimento de unidade é chamado ecumênico. Participam dele os que invocam Deus Trino e confessam a Cristo como Senhor e Salvador, não só individualmente, mas também reunidos em assembléias. Cada qual afirma que o grupo onde ouviu o Evangelho é Igreja sua e de Deus. Quase todos, se bem que de modo diverso, aspiram a uma Igreja de Deus una e visível, que seja verdadeiramente universal e enviada ao mundo inteiro, a fim de que o mundo se converta ao Evangelho e assim seja salvo, para glória de Deus.” (Unitatis Redintegration, proêmio, 1)

Acreditar no Ecumenismo é acreditar no plano de Jesus, que veio para fazer do povos divididos realmente um só povo de Deus, sem com isso, perderem suas particularidades (identidades). O maior exemplo de ecumenismo vem do próprio Deus: Três pessoas na comunhão da única Divindade. Pessoas distintas e totalmente unidas. Um sendo três e três sendo um. Pluralidade sem divisão (que não divide), Unidade (que não confunde). Assim é o movimento ecumênico: Ser diferentes, sem ser divididos, e nos unirmos sem perdermos nossas particularidades como igreja. Reconhecer no outro o Rosto e as marcas de Cristo. Reconhecer na adoração que o outro eleva a Deus uma manifestação do amor de um povo pelo Seu Salvador. Salvador de toda a humanidade. O primeiro passo para o Ecumenismo acontecer é o abandono do julgamento entre os irmãos, de palavras e ações que atrapalham, senão rompem, o relacionamento entre as igrejas.

A vontade de Deus é ver que se Seu povo se ama:” Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei!” ( Evangelho deste Domingo, 17 de maio, na Liturgia Católica). Jesus amou profundamente todos aqueles que chegavam a Ele de coração sincero. Haviam pescadores, cobradores de impostos, mestres da Lei, prostitutas, mulheres piedosas, sábios, pessoas simples, ricos e pobres, e Jesus lhes amava. O amor de Jesus gera mudança de vida, gera a própria vida. O Amor de Jesus reunia todas essas pessoas que achavam que nunca poderiam estar no mesmo lugar. E é esse amor que Ele nos deixou. O Espírito Santo, o Amor de Jesus e do Pai, é o que nos faz caminhar no ecumenismo e perceber que, realmente, o Amor de Jesus nos une.

Termino essa primeira parte de nosso estudo com mais um parágrafo deste documento de nossa Igreja. Que ele incentive nossos corações e, principalmente, nos cure das barreiras que criamos ao longo da História contra o Ecumenismo:

“7. Não há verdadeiro ecumenismo sem conversão interior. É que os anseios de unidade nascem e amadurecem a partir da renovação da mente (24), da abnegação de si mesmo e da libérrima efusão da caridade. Por isso, devemos implorar do Espírito divino a graça da sincera abnegação, humildade e mansidão em servir, e da fraterna generosidade para com os outros. «Portanto – diz o Apóstolo das gentes – eu, prisioneiro no Senhor, vos rogo que vivais de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com paciência, suportando-vos uns aos outros em caridade, e esforçando-vos solicitamente por conservar a unidade do Espírito no vínculo da paz» (Ef. 4, 1-3).” (Unitatis Redintegration)

Recomendo a todos que leiam o Documento, disponível em: http://www.vatican.va/archive/hist_councils/ii_vatican_council/documents/vat-ii_decree_19641121_unitatis-redintegratio_po.html

E que também me enviem para carol.adorai@gmail.com seus estudos particulares sobre o Documento Unitatis Redintegration, suas dúvidas, testemunhos. Para nós é muito importante saber o que Deus tem falado aos seus corações. Isso também é Ecumenismo!!!

Que o Espírito nos ensine…

No Amor do Amado

Carol

h1

Dia das mães!!!

maio 11, 2009

Como é bom ter mãe, poder correr pro colo dela sempre!!!

Minha mãe é uma guerreira, uma mulher abençoada por Deus e usada por Ele para abençoar!!!

Hoje mãe de uma Comunidade toda, não mede esforços para educar e ajudar seus filhos (meus irmãos…eeeeee!!!

Feliz dia das mães, mamãe!!

h1

Direção Semanal – 11 de maio de 2009

maio 11, 2009

“O Espírito Santo vos recordará de tudo que eu vos tenho dito”

João 14, 26

Estamos nos aproximando da Festa de Pentecostes. Festa que deseja lembrar e celebrar o dia em que o Prometido de Jesus veio para nós. Quando já estava chegando ao fim Seu tempo como homem na terra, Jesus prometeu enviar do céu um Defensor, um Advogado, mas principalmente um Amigo.

Um com o Pai e com Jesus, o Espírito Santo conhece cada Palavra do Senhor a nosso respeito, cada desejo Seu para nossa vida e vem, como Ajudador, nos impulsionar para seu cumprimento.

Nós, seres humanos numa época conturbada, cheia de correrias, acabamos por esquecer muito do que o Senhor nos fala e como está escrito em Isaías 55, 11 : “Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei”, nada do que o Senhor fala deixa de acontecer, nenhuma de Suas promessas são esquecidas por Ele, mas, as vezes, por nós sim.

  1. É prazer do Espírito nos ver conformes ao coração do Pai e unidos a Jesus. É prazer do Espírito nos lembrar a vontade de Deus e nos fazer caminhar por ela. É prazer do Espírito caminhar conosco e não deixar que nenhuma Palavra do Senhor se perca em nossas vidas.

Mas precisamos permitir que Ele faça isso. O Espírito Santo é presente de Jesus para nós, podemos aceita-lo ou não. Podemos ouvir Sua voz e segui-la ou não dar ouvidos a ela. A abertura ao Espírito parte de nós e uma vez que O aceitamos, nunca mais nossas vidas serão as mesmas. Ele não permitirá que saiamos da vontade de Deus.

Vamos nos aproximar do Espírito, desenvolver um relacionamento de amizade com Ele. Ele não é uma agenda, ou um diário que nos lembra compromissos ou acontecimentos, Ele é nosso amigo íntimo, conhecedor de nossos corações e do coração do Pai. O Espírito deseja se revelar a nós e nos revelar o coração do Pai.

Oremos juntos:

Espírito Santo, amigo íntimo de Jesus e de nossos corações. Abrimos mais uma vez nossas vidas a Ti, pedimos Teu toque, Teu mover e , mais do que isso, Tua amizade. Queremos ter um relacionamento sincero e profundo contigo.  Tu és o ar da Igreja, o pulsar do povo de Deus. Queremos sentir esse pulsar em nossas vidas, sentir o respirar de Deus em nós.

Livra-nos, Espírito, da religião superficial, da falsa intimidade. Não deixe que nos enganemos com nossos atos religiosos vazios, mas que tudo tenha sentido em Ti.  Que todas as coisas sejam santificadas pela Tua presença, que todos os momentos de nossas vidas sejam enriquecidos pelo Teu Amor.

Em Nome de Jesus. Amem.

Uma semana repleta de momentos íntimos com o Espírito para todos

No Amor do Amado

Carol

www.carolcarolo.wordpress.com www.myspace.com/carolcaroloadorai www.oespiritodiz.wordpress.com www.reavivarte.blogspot.com

Aproveito para desejar FELIZ DIA DAS MÃES para todas as mães da Comunidade Adorai e também para as que acompanham a Direção Semanal. Deus abençoe a todas! Carol

h1

Direção Semanal – 04 de maio de 2009

maio 4, 2009

Reconhecer a Voz do Pastor!

A todo momento ouvimos vozes que tentam nos direcionar. São impulsos do nosso próprio coração, pessoas próximas de nós, as tendências mundanas, o inimigo de Deus, o próprio Deus. Assim como nessa frase, muitas vezes a voz de Deus é a ultima a qual prestamos atenção. O Senhor fala a todo momento, nos mostra o caminho todas as vezes que paramos para ouvi-lo. Mas parar para ouvi-lo não tem sido uma atitude cotidiana de muitos de nós. Muitas vezes só paramos para ouvir o Senhor quando tudo já deu errado e precisamos de uma saída, uma resposta. O que é necessário pesarmos em nosso relacionamento com o Senhor é: se temos tido um relacionamento de amizade, de confidência e, principalmente de amor com nosso Deus; se existe, como estamos cultivando esse relacionamento, priorizando-o em nossos dias ou quando sobra um tempinho; e por último, se temos um relacionamento e estamos dando algum valor a ele, será que estamos ouvindo a voz do Senhor ou damos ouvido às vozes que queremos ouvir? É muito fácil dar ouvidos à própria carne, os sentimentos e vontades egoístas que temos. Difícil é aceitar a voz de Deus como nosso leme e direcionamento. Acredito que muitos têm ouvido a Deus, mas na hora de freiar a carne e se converter para o caminho do Espírito procuram uma espiritualidade mais maleável e elástica, onde o que não era permitido, até então, pode ser aceito.

O Evangelho de João, capítulo 10, 1-10, nos fala de como a voz do Senhor está presente em nossas vidas como a voz de um pastor de ovelhas. As ovelhas seguem o pastor pela sua voz. Reconhecem a voz do pastor como segurança, certeza de chegar a algum lugar bom para descanso e alimento. Não duvidam em momento algum do seu pastor e não dão ouvidos à outras vozes senão a dele.
Não duvidar do Pastor é o primeiro passo para quem quer ser seguidor de Jesus. O Pastor sabe onde está o verdadeiro alimento, o lugar melhor, mesmo que para chegar lá seja preciso atravessar um deserto. O Pastor conhece o melhor caminho, sabe cuidar de suas ovelhas. Quando duvidamos e começamos a dar ouvidos à outras vozes que não a do Pastor, nos perdemos, como ovelhas desgarradas. Muitas vezes temos procurado uma espiritualidade que consiga conciliar unção e libertinagem. Parece difícil de acreditar mas é isso mesmo. Você sabe que libertinagem é o abuso da liberdade. É o mau uso desta, sem parâmetros ou de forma irresponsável. Saímos à procura de modelos, de pessoas que encontraram um caminho de unção mais fácil, com menos sacrifícios ou provações. Nos encontramos indo à procura de ídolos, de uma falsa unção, de artifícios ou maquiagens que de unção não tem nada.

A verdadeira unção só é encontrada quando damos ouvidos ao verdadeiro Pastor, pois ela é fruto desta intimidade: ovelha e Pastor. “…as ovelhas escutam a sua voz; ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz…” . Não nos enganemos mais. Não estamos à procura da unção como se ela fosse nosso Deus. Estamos à procura do Deus da unção, que impregna o adorador com sua presença e sua graça. Ele é o nosso Pastor, conhecedor de cada um de nós, de nossas necessidades e de nossos sonhos. Ele sabe o caminho melhor.
Vamos nessa semana pedir ao Espírito que abra nossos ouvidos à Voz do Pastor, e nos ajude a caminhar nos Seus caminhos.

Vamos orar Juntos:

“Jesus, Bom Pastor, que nos conhece e sabe do nosso desejo de seguir-te, leva-nos aos campos tranqüilos e mesmo que passemos por desertos e vales de morte, faz o nosso coração permanecer atento à Sua voz, para que não nos percamos pelo caminho. Tu és o Pastor, a Porta e o Lugar. Precisamos te ouvir, entrar por Ti e permanecer em Ti, isso pelo Teu Espírito que opera todas as coisas em nós. Te adoramos, Senhor, por nos escolher, nos amar e nos salvar. Tua é a glória e o direito em nossas vidas. Amém!”

No Amor do Amado,

Carol e Marcelo Carolo