Archive for junho \20\UTC 2012

h1

Reta intenção

junho 20, 2012

E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará recompensa.(Mateus 6,4)

Esta é uma das maiores lições que a Bíblia nos dá: preocuparmos com o interior e não com a imagem.

Longe de falarmos de cuidados com aparência e tudo mais, nosso foco são nossas intenções. Por que fazemos o que fazemos na Igreja, no trabalho, nos relacionamentos. Estamos construindo um caráter verdadeiro, uma pessoa realmente transormada ou apenas nos preocupamos em mantermo-nos “santos” à vista daqueles que nos rodeiam?

Precisamos pedir ao Espírito que purifique nossas intenções e nos ensine o verdadeiro motivo de tudo que fazemos: adoração.

Sim! Adoração, reconhecimento de que tudo qu temos e somos provém do Senhor como Dom Perfeito e para Ele deve retornar perfeito. Quando nos preocupamos em nos convertermos diariamente e nos mantermos no Foco do Senhor, estamos adorando e a recompensa que o Senhor nos dá é Sua Presença.

Que tudo quanto fizermos passe pelo filtro do Espírito e seja purificado.

No Amor do Amado

Carol

 

 

h1

Oração pelos Sacerdotes

junho 16, 2012

ORAÇÃO PELOS SACERDOTES

Posted on June 16, 2012by

OLÁ PESSOAL, RECEBI ESSE EMAIL DA COMUNIDADE DE JUIZ DE FORA, COM UMA ORAÇÃO LINDA PELOS SACERDOTES. AINDA DÁ TEMPO DE FAZER. E SE NÃO FIZER HOJE, PODE FAZER AMANHÃ, E DEPOIS, E DEPOIS…

DEUS ABENÇOE A TODOS

Texto disponibilizado pelo Pe. Márcio vieira Martins para as horas de oração durante este dia:

 

Hora Santa de oraçãopela Santificação do Clero

“Durante um mês vivi com muitos padres santos e vi que,se sua sublime dignidade os eleva acima dos Anjos, nem por isso deixam de serhomens frágeis e fracos….  Se padres santos, que Jesus denomina no SeuEvangelho “sal da terra”, mostram em sua conduta que precisam extremamente deorações, o que dizer daqueles que são tíbios?”

 

Santa Teresa de Lisieux, História de uma alma, cap. VI

1.         MOTIVAÇÃOINICIAL

Dirigente: Em comunhão com a Igreja realizamos nosso momento deadoração ao Santíssimo Sacramento, pedindo pela santificação de nossos padres.A Igreja precisa de numerosos e santos presbíteros que sejam “homensconsagrados a Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote, para pregar o evangelho,apascentar os fiéis e celebrar o culto divino, como verdadeiros sacerdotes doNovo Testamento” (LG 28). Rezemos também pela perseverança dos seminaristas epara que muitos outros jovens respondam com generosidade ao chamado do Senhor àvocação sacerdotal.

 

Canto

 

1. Tu te abeiraste da praia, não buscaste nem sábiosnem ricos. Somente queres que eu te siga.

Senhor, Tume olhaste nos olhos, a sorrir, pronunciaste meu nome, lá na praia, eu largueio meu barco, junto a Ti, buscarei outro mar.

2. Tu sabes bem que em meu barco, eu não tenho nemouro e nem espadas, somente redes e o meu trabalho.

 

ORAÇÃOINICIAL

 

Dirigente:Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo – T: Amém.

Dirigente: Vinde, Espírito Criador, derramai em nossas almas osvossos sete dons:

T: ASabedoria, o Entendimento, o Conselho, a Fortaleza, a Ciência, a Piedade e oSanto Temor de Deus.

 

Dirigente: Dulcíssimo Jesus Sacramentado, eis-nos prostradosdiante de vossa infinita majestade.

T: Nós vosadoramos e bendizemos humildemente.

 

Dirigente: Cremos e professamos, com toda a firmeza de nossa fé,que vós sois o nosso Deus e o nosso Salvador, e que estais verdadeira; real esubstancialmente presente na Hóstia consagrada.

T: Com oVosso Corpo e Sangue, Alma e Divindade, de maneira altíssima e misteriosa, mastão perfeita e integralmente como estais no Céu.  (Pausapara Silêncio de Adoração)

 

Dirigente: Pai Eterno! Deus Santo e misericordioso! Princípio efim de toda a criação, nós vos oferecemos esta hora santa.

T: ComCristo, na graça do Espírito Santo.

 

Dirigente: Pela santidade dos sacerdotes, dos religiosos e dosmissionários.

T: Peloaumento e a perseverança das vocações sacerdotais, religiosas e missionárias.

 

2.         DIANTEDE JESUS, PÃO DA VIDA

Dirigente:Graças e louvores se dêem a todo momento.

T: Ao Santíssimoe diviníssimo Sacramento.

 

Dirigente:Jesus, vós dissestes: “Trabalhai não pelo alimento que perece, mas peloalimento que permanece até a vida eterna, e que o Filho do Homem vos dará (Jo6,27). Este alimento vo-lo pedimos, porque cremos que estais presente e vosadoramos no Sacramento da Eucaristia. Graças e louvores se dêem a todo momento.

R. = AoSantíssimo e diviníssimo Sacramento.

 

Dirigente:Jesus, vós dissestes: “Eu sou o pão davida. Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim não terá mais sede” (Jo6,35). Eis-nos, viemos à vossa divina presença para sermos nutridos e saciados.Graças e louvores se deem a todo momento.

R. = AoSantíssimo e diviníssimo Sacramento.

 

Dirigente:Jesus, vós dissestes: “Quem come minhacarne e bebe o meu sangue permanece em mim, e Eu nele” (Jo 6,56). Aquiestamos para nos unir a vós como os ramos à videira, para permanecermosconvosco. Graças e louvores se deem a todo momento.

R. = AoSantíssimo e diviníssimo Sacramento.

 

Dirigente:Iluminai, Senhor Jesus, os nossos corações com a luz da fé e acendei neles ofogo do vosso amor, para que, em espírito e em verdade, vos adoremos nesteadmirável sacramento, vós que sois Deus com o Pai e com o Espírito Santo.

R. = Amém.

 

3.         PELASANTIFICAÇÃO DO CLERO

 

Dirigente:Neste encontro com Cristo Eucarístico, a Igreja nos convida a rezar pelasantificação do clero. A vocação à santidade é universal: “Esta é a vontade de Deus: a vossa santificação!” (I Ts 4,3).

Todos são chamados a seguir “a Cristo pobre, humilde ecarregado com a cruz, cada qual com os próprios dons e responsabilidades, pelocaminho da fé, que alimenta a esperança e opera pela caridade” (LG 41).

 

Leitor 1:Aqueles que foram escolhidos para o serviço do povo de Deus, que receberam aimposição das mãos e foram ungidos para esta missão, têm um dever especial deser sinal da santidade.

“Como santos e amados, revesti-vos de sentimentos decarinhosa compaixão, bondade, humildade. Mas, sobretudo, revesti-vos decaridade, que é o vínculo da perfeição” (CI 3,12-14).

Canto

1. Me chamaste para caminhar na vida contigo, decidipara sempre seguir-te, não voltar atrás. Me puseste uma brasa no peito e umaflecha na alma, é difícil agora viver sem lembrar-me de ti.

Te amarei,Senhor! Te amarei, Senhor! Eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti.

2. Ó Jesus, não me deixes jamais caminhar solitário,pois conheces a minha fraqueza e o meu coração. Vem, ensina-me a viver na tuapresença, no amor dos irmãos, na alegria, na paz, na união.

Leitor 2:Somos chamados à santidade, mas convivemos com as fragilidades. É preciso teros pés no chão, ter a humildade de reconhecer a nossa condição humana. Comotoda a comunidade, também os pastores experimentam a triste realidade dopecado. São homens, não anjos.

“Escolhidos entre os homens e nomeado representantedeles diante de Deus para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados, osacerdote pode ser indulgente com os ignorantes e extraviados, porque tambémele está sujeito à fraqueza” (Hb 5,1-2).

(Tempo desilêncio e oração pessoal)

Leitor 1:Temos também muitos motivos para nos alegrar e louvar a Deus. Há muitosministros dedicados que, com sua vida e seu trabalho, glorificam o nome deDeus, servem à Igreja e doam-se aos seus fiéis.

Lembremos de tantos sacerdotes que corajosamente, nãoobstante dificuldades, incompreensões e perseguições, continuam fiéis à suavocação e são presença viva de Cristo no meio de seu povo.

(Tempo desilêncio e oração pessoal)

Dirigente: Rezemos em doiscoros a oração sacerdotal de Jesus (Jo 17):

Lado A:Pai, chegou a hora. Glorifica teu Filho, para que teu Filho te glorifique, afim de que dê a vida eterna a todos os que lhe deste.

Lado B:Eu te glorifiquei na terra realizando a obra que me deste para fazer.

Lado A:Pai, manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste, e eles guardaram atua palavra.

Lado B:Pai Santo, guarda-os em teu nome, para que eles sejam um, como nós somos um etenham em si a minha alegria em plenitude. Eu não rogo que os tires do mundo, masque os guarde do maligno.

Lado A:Consagra-os pela verdade: a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviasteao mundo, eu também os enviei ao mundo. Eu me consagro por eles, a fim de quetambém eles sejam consagrados na verdade.

Lado B:Eu não rogo somente por eles, mas também por aqueles que vão crer em mim pelapalavra deles. Que todos sejam um, como tu, Pai, estás em mim, e eu em ti. Que eles estejam emnós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste.

Lado A:Eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitamente unidos e o mundo conheça queos amaste antes da criação do universo.

Lado B:Pai, quero que estejam comigo aqueles que me deste, para que contemplem a minhaglória. Eu lhes fiz conhecer o teu nome, e o farei conhecer ainda, para que oamor com que me amaste esteja neles e eu mesmo esteja neles. Amém.

Canto

1. Um dia escutei teu chamado, divino recado, batendono coração. Deixei desta vida as promessas e fui bem depressa no rumo da tuamão.

Tu és arazão da jornada, tu és minha estrada, meu guia e meu fim. No grito que vem domeu povo te escuto de novo chamando por mim.

2. Embora tão fraco e pequeno, caminho sereno com aforça que vem de ti. A cada momento que passa, revivo esta graça de ser teusinal aqui.

(Tempo desilêncio e oração pessoal)

 

4.         PRECES

 

Dirigente:Deus de bondade, que nos criastes para ser “santos e irrepreensíveis no amor”(Ef l,4), e escolhestes ministros para que sejam sinais vivos desta santidade:

T: Abençoaios ministros ordenados, para que sejam fiéis à sua vocação.

Leitor 1:Senhor, que nos convidais a avançar para “águas mais profundas”:

T: Ajudainossos ministros ordenados a vencerem toda tentação de ativismo, desuperficialidade, de mesquinhez, buscando o sentido mais profundo de suavocação.

Leitor 2:Jesus, Bom Pastor, que viestes ao mundo “para que todos tenham vida e vida emabundância” (Jo 10,10), que escolhestes e enviastes amigos para continuaremesta missão:

T: Acompanhaicom carinho a vida de nossos pastores, fortalecei-os com vossa Palavra e com aEucaristia, para que sejam instrumentos da vida nova para todos.

Leitor 3:Senhor Jesus, que tiveste “compaixão da multidão, porque estava cansada eabatida como ovelhas sem pastor” (Mt 9.36):

T: Dai-nospadres santos e dedicados, que tenham compaixão do povo, cuidem das ovelhasabatidas, sejam solidários e se esforcem, com fé e coragem, pela justiça.

Leitor 4:Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, que sois derramado em profusão nosacramento da Ordem:

T: Iluminaios nossos pastores; concedei a eles os vossos dons, para que sejam felizes ebusquem a felicidade dos outros; que estejam bem e façam o bem; que sejamsantos e colaborem na santificação de todos.

Leitor 5:Santa Maria, mãe do Cristo sacerdote, companheira fiel dos apóstolos, modelo deserviço:

T : Protegeicom carinho todo o clero, sede sempre companheira e auxilio, ensinai-nos aestar atentos às necessidades dos irmãos e irmãs, ajudai-nos a ser fiéis.

Ave-Maria…

 

5.         LADAINHAA JESUS SACERDOTE

 

Dirigente: Rezemos a LadainhaEucarística de Jesus Sacerdote:

 

Jesus, sacerdote do Pai… Tende piedade de nós.

Jesus, sacerdote eterno…

Jesus, autor da ceia eucarística…

Jesus, nosso pontífice e intercessor

Jesus, ungido pelo Espírito

Jesus, humano e divino

Jesus, sacerdote em favor das pessoas

Jesus, pobre e humilde na Eucaristia

Jesus, presente na Eucaristia

Jesus, silencioso e paciente na Eucaristia

Jesus, glorioso na Eucaristia

Jesus, missionário na Eucaristia

Jesus, sacerdote, altar e cordeiro

Jesus, mestre da partilha do pão

Jesus, cordeiro que doa a vida

Jesus, alimento dos fracos

Jesus, despojado na hóstia

Jesus, servidor na ceia, rei do banquete

Jesus, morto e ressuscitado

Jesus, alegria das crianças

Jesus, consolo dos aflitos

Jesus, alívio dos doentes

Jesus, amigo dos pecadores

Jesus, pão do céu e pão da vida

Jesus, nosso irmão e companheiro

Jesus, rei e Senhor dos corações

Jesus, glória eterna

Jesus, intercessor junto do Pai

 

 

T:      Senhor Jesus, presente no Santíssimo Sacramento doAltar, que vos quisestes perpetuar entre nós por meio de vossos sacerdotes,fazei com que suas palavras sejam somente as vossas, que seus gestos sejam osvossos, que sua vida seja o fiel reflexo da vossa vida. Que eles sejam oshomens que falem a Deus dos homens e falem aos homens de Deus. Que não tenhammedo de servir, servindo a Igreja como ela quer ser servida. Que sejam homens,testemunhas do nosso tempo, caminhando pelas estradas da história com vossomesmo passo e fazendo o bem a todos. Que sejam fiéis aos seus compromissos,zelosos de sua vocação e de sua entrega, claros reflexos da própria identidadee que vivam com alegria o dom recebido. Tudo isso vos pedimos pela intercessãode vossa Mãe Santíssima: ela que esteve presente em vossa vida, esteja semprepresente na vida dos vossos sacerdotes. Amém.

 

Dirigente:Graças e louvores se dêem a todo momento.

T: Ao Santíssimoe diviníssimo Sacramento.

 

6.          ORAÇÃO PELOS SACERDOTES

Dirigente:Oremos pelo Santo Padre, o Papa Bento XVI. O Senhor o guarde e lhe concedalonga vida. Torne-o feliz na terra e não o deixe cair sob a ira dos seusinimigos.

(Cada um reza em silêncio pelo Papa)

Dirigente:Oremos: Deus, pastor e guia de todos osfiéis, olhai propício para o vosso servo, o Papa Bento XVI, que constituístespastor da vossa Igreja. Concedei-lhe, vos suplicamos, a graça de edificar, comsuas palavras e exemplos, aqueles a quem preside, a fim de que, com o rebanhoque lhe foi confiado, alcance a vida eterna. Por Cristo, Senhor nosso.

T: Amém.

Dirigente:Oremos pelo nosso Arcebispo Dom Gil Antônio Moreira. Que ele permaneça firme eapascente o seu rebanho na vossa fortaleza, Senhor, na sublimidade do vossonome.

(Cada um reza em silêncio pelo Bispo)

Dirigente:Oremos:  Deus, que velais sobrevosso povo com bondade e o conduzis com amor, dai o espírito de sabedoria e aabundância de vossa graça a vosso servo Dom Gil Antônio Moreira, nossoArcebispo, a quem confiastes o cuidado de nossa direção espiritual, para queele cumpra fielmente junto de nós os deveres do ministério episcopal, e recebana eternidade a recompensa de um fiel dispensador. Por Cristo, Senhor nosso.

T: Amém.

Dirigente:Oremos irmãos e irmãs, pelos presbíteros. Peçamos ao Senhor da messe por todosos padres, para que sejam fiéis à missão confiada aos sacerdotes, em comunhãocom o bispo diocesano.

(Cada um reza em silêncio pelos sacerdotes)

 

 

Dirigente:A messe é grande. Os operários são poucos.

Todos =Mandai, Senhor, operários para a vossamesse.

Dirigente: Vós, Senhor, que tivestes compaixão das multidões quecareciam de Pastor,

Todos =Mandai operários para a vossa messe.

Dirigente: Aos jovens que ouvem o vosso chamado,

Todos =Dai generosidade, Senhor.

Dirigente: Nas almas consagradas a vós,

Todos =Aumentai a caridade, Senhor.

Dirigente: Aos jovens que duvidam do vosso chamado,

Todos =Dai certeza, Senhor.

Dirigente: Aos que ouvem o vosso chamado na infância,

Todos =Acompanhai, Senhor.

Dirigente: Aos Seminaristas,

Todos =Dai perseverança, Senhor.

Dirigente: Aos sacerdotes tentados,

Todos =Dai a vossa força, Senhor.

Dirigente: Aos sacerdotes zelosos,

Todos =Abrasai em vosso amor.

Dirigente: Aos sacerdotes tíbios,

Todos =Dai a vossa santidade, Senhor.

Dirigente: Aos sacerdotes tristes,

Todos =Dai a vossa consolação, Senhor.

Dirigente: Para os sacerdotes que sentem a solidão,

Todos =Sede vós a sua companhia, Senhor.

Dirigente: Nos sacerdotes missionários,

Todos =Infundi o vosso zelo, Senhor.

Dirigente: Aos sacerdotes jovens,

Todos =Dai vigor para buscarem vossa glória,Senhor.

Dirigente: Aos sacerdotes anciãos,

Todos =Fortalecei em vosso serviço.

Dirigente: Aos sacerdotes defuntos,

Todos =Dai a vossa glória, Senhor.

Dirigente: A messe é grande, os operários são poucos.

Todos =Enviai, Senhor, operários para a vossamesse.

Dirigente: Rogamo-vos pelo Santo Padre, Papa Bento XVI

Todos =Ouvi-nos, Senhor.

Dirigente: Rogamo-vos pelos Pastores da vossa Igreja.

Todos =Ouvi-nos, Senhor.

Dirigente: Rogamo-vos pelo nosso Arcebispo Dom Gil AntônioMoreira.

Todos =Ouvi-nos, Senhor.

Dirigente: Rogamo-vos por aqueles que mais precisam da vossagraça.

Todos =Ouvi-nos, Senhor.

Dirigente: Rogamo-vos por aqueles que estão afastados de vós,

Todos =Ouvi-nos, Senhor.

 

 

T:     Ó Jesus, EternoSacerdote, não deixeis de enviar novos sacerdotes e almas consagradas à vossaIgreja, pastores segundo o vosso Coração. Precisamos dos vossos ministros!Precisamos da vossa graça e do vosso amor! Eles nos consolam em vosso nome,alimentam a nossa esperança, robustecem a nossa fé, fortalecem o nosso amor.Precisamos deles, Senhor, porque precisamos de vós, porque necessitamos dovosso amor. Não nos deixeis sozinhos! Enviai operários à messe do mundo. Enviaipescadores de homens, que nos envolvam nas redes da vossa misericórdia. Enviai,vos rogamos com humildade e confiança, pastores segundo o vosso Coração. Amesse é grande. Os operários são poucos. Enviai, Senhor, operários para a vossamesse. Isto nós vos pedimos por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Dirigente:Graças e louvores se dêem a todo momento.

T: Ao Santíssimoe diviníssimo Sacramento.

 

 

1.     Cantemosa Jesus Sacramentado.

Cantemos aoSenhor.

Deus está aqui.

Dos Anjosadorado. Adoremos a Cristo Redentor.

 

GLÓRIA A CRISTO JESUS.

CÉUS E TERRA, BENDIZEI AO SENHOR.

LOUVOR E GLÓRIA A TI, Ó REI DA GLÓRIA,

AMOR ETERNO A TI, Ó DEUS DE AMOR.

 

2.     Unamosnossas vozes aos cantares

do corocelestial.

Deus está aqui.

Ao brilho dos altaresexaltemos com gozo angelical.

 

3.   Ergamos a Jesus o nossocanto

Pedindo proteção.

Deus está aqui.

A dar consolo santo para nossa sublime Salvação

7.            ORAÇÃO PELA IGREJA

Dirigente: AJornada Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes desperta-nos para o compromisso de rezarmos semprepelo clero. Essa é uma das formas que temos de contribuir com nossos irmãos noministério sacerdotal. Dirijamos a Deus nossos pedidos em favor de todos ossacerdotes. (De forma espontânea)

¬ Para que todos os consagrados ao ministériosacerdotal, servindo à Igreja de Cristo, congregue em um só rebanho o povoredimido pela vinda do Salvador, rezemos.

T: Senhor, sustentai a fidelidade e a esperança deVossos servidores.

¬ Para que a fé e a certeza de terem assumido avocação certa para a qual Deus os chamou, nunca os abandone, rezemos.

¬ Pelos sacerdotes enfraquecidos pela enfermidade oupelo desânimo diante da missão, para que o Espírito Santo aqueça seus coraçõese lhes revigore a fé, rezemos.

¬ Para que, inspirados pelo Divino Mestre, todos ossacerdotes testemunhem um grande amor pelo rebanho a eles confiado, rezemos.

¬ Para que o Santo Cura d’Ars, patrono dos Sacerdotes,interceda junto a Jesus pelas necessidades dos nossos sacerdotes e de todo opovo de Deus chamado a ser santo pelo sacerdócio real, rezemos.

¬ Para que os jovens vocacionados se abram à graça deDeus, respondendo generosamente quando o Senhor lhes fizer o convite parasegui-lo através da vocação consagrada, rezemos.

¬ Por nossas comunidades, para que sejam dóceis paracom os seus padres, compreendendo suas falhas, ajudando-os a superá-las comamor e mansidão, rezemos.

 

T.:        Senhor Jesus, em São João MariaVianney quiseste dar à Igreja uma comovente imagem da tua caridade pastoral.Como ele, diante de tua Eucaristia, faz que possamos aprender como é simples ediária a tua Palavra a instruir, como é terno o amor com que acolhes ospecadores arrependidos, como é consolador abandonar-se confiantemente a tua MãeImaculada.

Senhor Jesus, por intercessão do Santo Cura d’Ars, fazque as famílias cristãs se tornem “pequenas igrejas”, nas quais todas asvocações e todos os carismas, infundidos pelo teu Santo Espírito, possam seracolhidos e valorizados. Concede-nos, Senhor, de poder repetir, com o mesmoardor do Santo Cura d’Ars, as palavras com as quais costumava se dirigir a Ti:

 

Eu Vos amo, meu Deus, e o meu único desejo éamar-Vos até o último suspiro da minha vida. Eu Vos amo, Deus infinitamenteamável, e prefiro morrer amando-Vos a viver um só instante sem Vos amar. Eu Vosamo, Senhor, e a única graça que Vos peço é a de amar-Vos eternamente. Eu Vosamo, meu Deus, e desejo o céu para ter a felicidade de Vos amar perfeitamente.Eu Vos amo, meu Deus infinitamente bom, e temo o inferno porque lá não haveránunca a consolação de Vos amar. Meu Deus, se a minha língua não Vos pode dizera todo momento que Vos amo, quero que o meu coração Vo-lo repita cada vez querespiro. Meu Deus, concedei-me a graça de sofrer amando-Vos e de Vos amarsofrendo. Eu Vos amo, meu divino Salvador, porque fostes crucificado por mim eporque me tendes aqui embaixo crucificado por Vós. Meu Deus, concedei-me agraça de morrer amando-Vos e de saber que Vos amo. Meu Deus, à medida que meaproximo do meu fim, concedei-me a graça de aumentar e aperfeiçoar o meu amor.Amém.

 

(Momento de silêncio e orações finais)

 

Dirigente:Graças e louvores se dêem a todo momento.

T: Ao Santíssimoe diviníssimo Sacramento.

Canto

Sou BomPastor, ovelhas guardarei. Não tenho outro ofício, nem terei. Quantas vidas eutiver, eu lhes darei.

1. Maus pastores, num dia de sombra, não cuidaram e orebanho se perdeu. Vou sair pelo campo, reunir o que é meu, conduzir e salvar.

2. Verdes prados e belas montanhas hão de ver opastor, rebanho atrás. Junto a mim, as ovelhas terão muita paz, poderãodescansar.

h1

Deus no tempo comum

junho 12, 2012

Entramos, liturgicamente, no tempo comum. Onde vemos o Senhor agindo no cotidiano. Mais uma vez, percebemos que Ele veio para modificar nossa história, nossa visão sobre os dias.

Por onde passava, Jesus fazia o bem. Só saía indiferente ao Seu Amor aqueles que não quisessem experimentá-lo. Jesus tocava na vida das pessoas, no seu tempo, na sua história. Transformava o cotidiano em algo especial, o comum em extraordinário. Não por causa dos milagres, mas por causa do Amor, da Presença.

Que aprendamos e escolhamos experimentar esse mover de Deus em nossa vida em tudo que fizermos. Em nossas situações, trabalhos, relacionamentos, idéias. Que o Comum de nosso tempo é ter sempre a Presença de Deus conosco, trazendo vida e amor a tudo quanto fizermos.

Pois: “Sem Tua Presença meus dias são iguais!”

No Amor do Amado

Carol

 

h1

Em Jesus temos tudo

junho 4, 2012

Essa frase de Terezinha de Jesus vem como consolo para nossas vidas essa semana.

Tudo que precisamos, tudo que sonhamos, planejamos, precisa ser purificado no TUDO de Jesus. Muitas vezes o que queremos não é o que devemos querer. Nossa visão é limitada demais e corremos o risco de vivermos apenas em nossas próprias estratégias e, assim, perder Tudo que o Senhor preparou para nós.

Essa semana queremos clamar e desejar isto: Que o Espírito Santo purifique nossas intenções, nosso tudo, e nos abra à realidade que o Senhor quer nos fazer viver.

Uma semana de bençãos para todos!

No amor do Amado

Carol