Archive for abril \28\UTC 2010

h1

Não perder tempo!!!

abril 28, 2010

Olá irmãos,

Esses tempos Deus tem falado ao meu coração, chamado minha atenção, ao meu comprometimento em entender Sua Palavra e gostaria de partilhar com vocês.

A palavra de Deus diz que nada do que o Senhor fala volta a Ele sem ter seu efeito. Nenhuma palavra do Senhor se perde, ou é vã, mas todas elas causam algum efeito em nós e nossas vidas. No entanto, podemos deixar a palavra nos impactar ou somente vir como brisa momentânea. Alguma transformação fará, mas a intensidade dela, nós que permitimos ou não.

Todo poder de Deus está em cada Palavra que ouvimos. O Senhor não se derrama em gotas, mas em dilúvio de benção, em potência de unção, nós nos expomos a essa Presença, ou nos “protegemos” e não aproveitamos.

Há algum tempo o Senhor me levou a ter um caderno e uma caneta na  bolsa, predispondo meu coração a ouvi-Lo, a perceber o que Ele me diz através dos acontecimentos e das pessoas. Também nas celebrações eucarísticas e cultos que participamos, anotar o que o padre ou pastor está falando, faz com que a Palavra gere raízes em mim e também dobra minha atenção à pregação e anúncio do Reino.

Sinto vontade de partilhar isso com você para que possamos analisar nossa vida, nossa atenção à voz de Deus. A liturgia católica romana nos leva exatamente a questionarmos nossa atenção à voz do Pastor, às Suas ordens, ao relacionamento com Ele. Se não prestamos atenção como poderemos ser obedientes?

Convido você a fazer a experiência de predispor seus ouvidos e coração à Voz do Senhor. Se sentir vontade tenha também um caderno e caneta sempre à mão, verá o quanto o Senhor nos fala.

No Amor do Amado

Carol

Anúncios
h1

Nos limites!

abril 26, 2010

João 10, 27-30

Reconhecer a Voz do Pastor! A todo momento ouvimos vozes que tentam nos direcionar. São impulsos do nosso próprio coração, pessoas próximas de nós, as tendências mundanas, o inimigo de Deus, o próprio Deus. Assim como nessa frase, muitas vezes a voz de Deus é a ultima a qual prestamos atenção. O Senhor fala a todo momento, nos mostra o caminho todas as vezes que paramos para ouvi-lo. Mas parar para ouvi-lo não tem sido uma atitude cotidiana de muitos de nós. Muitas vezes só paramos para ouvir o Senhor quando tudo já deu errado e precisamos de uma saída, uma resposta.

O que é necessário pesarmos em nosso relacionamento com o Senhor é: se temos tido um relacionamento de amizade, de confidência e, principalmente de amor com nosso Deus.  Se existe, como estamos cultivando esse relacionamento, priorizando-o em nossos dias ou quando sobra um tempinho. E,  por último, se temos um relacionamento e estamos dando algum valor a ele, será que estamos ouvindo a voz do Senhor ou damos ouvido às vozes que queremos ouvir?

É muito fácil dar ouvidos à própria carne, os sentimentos e vontades egoístas que temos. Difícil é aceitar a voz de Deus como nosso leme e direcionamento. Acredito que muitos têm ouvido a Deus, mas na hora de freiar a carne e se converter para o caminho do Espírito procuram uma espiritualidade mais maleável e elástica, onde o que não era permitido, até então, pode ser aceito.

O Evangelho de João, capítulo 10, 27-30, nos fala de como a voz do Senhor está presente em nossas vidas como a voz de um pastor de ovelhas. O pastor que dá a vida para proteger suas ovelhas, que não descansa até colocá-las em segurança e conforto. Mas também o pastor que impõe limites.

Ontem, o padre Rafael Querobin, nos dizia que “o limite se dá há uma certa distância do verdadeiro perigo”.  Se há um abismo, por exemplo, o pastor não fará suas ovelhas andarem à sua beira, mas encontrará um caminho mais seguro, o mais longe possível do abismo.

Mas, nem sempre, nós como ovelhas, escolhemos os caminhos do Pastor. Ouvimos Sua voz nos direcionando para outro lado e não seguimos. Talvez, olhando para o lado do abismo consigamos ver, lá na frente, onde queremos chegar. Parece tão mais fácil! “É só um momento de perigo, dá pra passar! Pra que atrasar a chegada se podemos estar no alvo logo?” E não seguimos as ordens do Pastor. Ultrapassamos os limites nos dado por Ele e, a não ser que Ele mesmo nos sustente, geralmente vivemos as consequencias da nossa desobediência.

A direção para nossa oração essa semana é voltar ao redil. Voltar à segurança do colo do Pastor. Confiar em Seu cuidado. Ele é aquele que mais deseja ver a obra completada em nossas vidas, não nos atrasaria,  mas também não colocaria tudoem risco para ganhar algum tempo. Ele é o Pastor que sabe de todas as coisas, que nos conhece, que conhece o caminho. Vamos nos colocar sob seu cuidado e seguir sua voz, mesmo que nossos olhos queiram traçar caminhos “mais rápidos”, vamos confiar no Pastor e nos manter em Seus limites.

No Amor do Amado

Carol

h1

Por quem Ele é ou pelo que Ele faz?

abril 19, 2010

Eis que vem o Senhor mais uma vez atraindo o nosso coração à verdade e à profundidade. Por que O temos buscado? O que nos faz gastar nossas vidas em Sua Presença, a serviço do Reino? O que nos faz largar todas as coisas para estar com Ele, para ir atrás Dele?

Vamos por quem Ele é? Ou pelo que Ele tem feito?

A Palavra em João 6, 22-29 , traz para nós essa semana esse confrontamento. A verdadeira intenção em buscarmos a Deus. Será que o Senhor vai nos dizer que estamos indo à Sua Presença pelo que Ele tem feito somente? Os milagres, as curas, as conversões que o Senhor faz através de nós. Será que temos ido atrás do Senhor pelo que Ele pode fazer em nossas vidas e com nossas vidas? Temos buscado o Senhor, simplesmente para termos mais unção e sermos servos mais “ungidos”?

A unção é consequência do relacionamento. Ontem fomos à uma igreja evangélica convidar as mulheres para o Encontro de Adoradoras. Uma mulher que estava lá era minha professora de inglês no segundo grau e me lembrei de que ela usava perfumes fortíssimos quando me dava aula. Quando ela chegou para nos cumprimentar percebi que ainda usava o mesmo perfume, pois senti o cheiro. Ela me abraçou e o perfume que estava nela ficou em mim, mas só depois que ela me tocou. Assim com o Senhor, sabemos a unção que vem Dele, sentimos sua Presença, mas só a teremos em nós se Ele nos tocar, se nos abraçar, se estiver conosco. Apenas ver os milagres, receber as curas, ser instrumento para que aconteçam não mudam a nossa vida. O relacionamento com o Deus dos milagres, da cura é que muda.

Esta semana queremos nos aproximar mais do Senhor, estar com Ele por quem Ele é e deixar o Espírito Santo trazer ao nosso coração a certeza de que o Senhor Jesus está conosco e quer fazer mais que milagres e curas, quer ter um relacionamento íntimo e profundo conosco.

Para adorar fomos criados, para poder estar na Presença de Deus fomos resgatados e em todo tempo somos amados.

No Amor do Amado

Carol

Lembro a todos que estamos no mês de preparação do III Encontro de Adoradoras e também da Semana da Unidade dos Cristão. Vamos nos unir em oração.

h1

As marcas da Redenção!!!

abril 12, 2010

“Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”. João 20,25

Esta palavra de Tomé tantas vezes nos faz pensá-lo como o homem da incredulidade, aquele que duvidou. No entanto, Tomé sabia que o seu Senhor havia sido entregue na Cruz e que, se aquele que veio até os outros era Ele, deveria ter as marcas da Redenção.

Tomé, como todos os outros apóstolos acompanhou Jesus, viu os milagres, as curas, as grandes obras, feitos que nunca tinham visto antes. E como os outros, Tomé, também estava com medo. Mesmo depois de ter visto tanta coisa, ter andado com o Senhor, ter ouvido suas pregações, depois de ter sido usado também para anunciar, para expulsar demônios, para também fazer grandes coisas em nome desse Jesus. Ter visto os milagres e os feitos de Jesus não os levara a lugar algum, estavam todos escondidos, com medo de também serem mortos.

Mas, se ele visse as marcas da redenção teria certeza de todas as coisas que Jesus havia prometido, pois ELE estaria VIVO!!!

Quando Jesus chegou e pediu para que ele tocasse as feridas a certza veio: “Meu Senhor e Meu Deus!”. Não pelos milagres, não pelas curas, não pelos grandes feitos, mas pela Salvação conquistada, pelo contrato de pecado aniquilado, pela cura definitiva da ferida da condenação, nas marcas da redenção Tomé encontrou a assinatura de liberdade que necessitava para que a coragem e a paz voltasse ao seu coração.

Jesus responde: “Acreditaste por que viste? Bendito os que creem sem terem visto”. O desejo do Senhor é que a Salvação chegue a todos, mesmo sem ver as marcas, que não seja preciso passar pelo impacto de ver o Senhor ferido para que acreditemos, mas se for preciso, lá estão elas, para que nossa fé se fortaleça se sejamos encorajados a continuar e a fazer tudo que Ele mandar.

“Tocarei em Tuas mãos, se preciso for. Tocarei em Teus pés, se preciso for. Tocarei em Teu lado, se preciso for, mas Senhor, não passa de mim, leva-me além.” David Quilan

Se for preciso, peça ao Senhor que deixe que você toque em Suas marcas, que elas devolvam a coragem e a certeza ao seu coração: NOSSO REDENTOR VIVE!!! Que o medo , a insegurança, a incerteza, a dúvida vá embora, todas as vezes que tocarmos o Senhor.

No Amor do Amado

Carol

Texto baseado na pregação do pastor Fábio da Igreja Metodista em Varginha

h1

Alegrai-vos

abril 5, 2010

Mais uma Quaresma, mais uma Semana Santa, mais uma vez somos colocados de frente aos nosso limites, às nossas fraquezas, ao nosso pecado, mas principalmente somos colocados de frente ao Amor de Jesus, à Sua entrega, à Sua escolha por nós.

HOje o Senhor nos fala: “Alegrai-vos!”. Depois de todo tempo em que nos voltamos ao jejum, às penitências, depois a Semana Santa, com toda intensidade e memória do que o Senhor passou por nossa causa, por amor de nós. Ele, agora nos diz para nos alegrarmos, pois estamos livres do julgo, livres do pecado que nos condenava, livres por Seu Sangue derramado de uma vez por todas em nosso favor.

Irmãos, isso é tremendo. É nossa razão de vida. Nossa liberdade foi conquistada por Jesus, nossa cura, nossa alegria, nossa Salvação. Se hoje podemos viver em segurança nos planos de Deus, nas Suas Promessas, é por que Jesus se deu em nosso lugar. Venceu a morte, que era certa para nós. O que poderia nos assustar mais que a morte? A morte que era o fim de todos nós. Era, por que Jesus inaugurou um novo lugar com Sua ressurreição. O Céu é o lugar dos redimidos. O céu é o lugar daqueles que crêem, mesmo sem ter visto, que Jesus está vivo.

“Por que Ele vive, eu posso crer no amanhã. Por que Ele vive, temor não há. Eu bem sei que o meu futuro está nas mãos do meu Jesus que vivo está”.

Nossa vida está escondida na vida de Cristo. Somos pertença Sua, conquista Sua e nada pode nos tirar de Seu Amor. Ó morte onde está tua vitória? Onde está tua bandeira? Já não há vitória para ti, pois Jesus Cristo, o único Senhor e Salvador, nos deu a vida e a vida eterna. Cada um de nós pode confrontar suas mortes nesse tempo e declarar isso. Mortes na nossa família, no nosso trabalho, nos nossos relacionamentos, no nosso coração. Quantas vezes, mesmo vivos, nos sentimos como mortos. Mas podemos declarar: Ó morte, foste vencida de uma vez por todas, por Jesus Cristo, o Senhor da Vida! Jesus não desviou os olhos de nossos pecados, das nossas fraquezas. Sabia muito bem por quem estava se entregando. O Sangue ,derramado em nosso favor, por meio de Jesus, nos deu livre acesso ao coração do Pai. Jesus sabia que nosso pecado nos afasta de Deus e por isso levou sobre Si cada um deles, para que possamos estar próximos do Único Deus que traz a Vida eterna. Vivamos como ressuscitados, deixemos a Vida de Cristo tomar conta da nossa vida, trazendo novo ar…novo céu e nova terra. Somos herdeiros da Graça de Jesus.

Vamos orar juntos: Amado Jesus, nesse dia te agradeço pela conquista da Salvação. Tu que não desviaste os olhos dos nossos pecados, mas os assumiu para Si, para que pudéssemos viver. Agradeço-te e recebo hoje a Tua Salvação. Reconheço-te como meu Senhor e Salvador e, somente Tu, dono do meu coração. Aviva-me , restaura-me. E então poderei dizer como São Paulo: Já não sou e que vivo, mas Cristo que vive em mim. Peço também, Jesus, que a Tua Salvação possa entrar na nossa casa, nas nossas famílias, nas casas das pessoas que amamos e convivemos. O Senhor conhece todos os lugares do nosso coração, os lugares onde a morte nos engana, nos fazendo acreditar que está vencendo. Mas, hoje levantamos a bandeira da Tua Salvação. Tu és a vida em nós!!! No Alegramos em Ti!!! Amém!!!

Vivamos como um vencedores, restaurados e conquistados por Jesus!!!

No Amor do Amado

Carol