Archive for agosto \31\UTC 2009

h1

Não desista de amar!

agosto 31, 2009

(Direção Semanal)

I João 4, 7-11

Este tem sido o clamor do próprio Espírito dentro de mim esses dias. São tantas as situações onde percebi meu amor pelos irmãos e pela obra de Deus se enfraquecendo, tantos defeitos em mim, tantas falhas nos outros, tantos projetos não concluídos, outros tantos nem iniciados. São tantas coisas a se fazer para os de fora, tantas feridas para curar, tantos para acolher, para sorrir, para ouvir, consolar. E aqui dentro vamos nos esquecendo, vamos deixando esfriar o sentimento que move e dá sentido a tudo isso: o Amor de Deus.
“Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.” I Jo 4,9
Essa Palavra veio acalmar meus sentimentos. Deus, conhecedor de nosso interior, Aquele que sabe tudo de nós, sabia que Seu Filho, Seu único Filho, seria rejeitado por aqueles que Seu Amor criou. O Pai sabia que o egoísmo havia tomado conta de tal forma do coração do homem que era necessário recomeçar, recriar e só Jesus poderia fazer isso, pagando o preço de sangue por nossa nova vida.
Será que tenho decidido pagar o preço de sangue pela obra de Deus e por meus irmãos? Será que diante da minha Cruz eu tenho desistido? Não que não possamos nos sentir fracos, Jesus clamou ao Pai que o livrasse, se fosse Sua vontade, daquilo tudo, mas se sujeitou à vontade de Deus, por que nos amava.
Às vezes, penso que romantizamos tanto a Palavra de Deus que ela se torna apenas história, e deixamos de vivê-la.
Amar sem limites é a Lei de Jesus. Não desistir de amar é Sua ordem. De capítulo em capítulo da Bíblia reconhecemos o Amor de Deus como fonte de tudo e sustento para tudo. Que Ele mesmo possa purificar nosso amor, nos ensinar a amar de verdade, a decidirmos ir até à Cruz aprender o verdadeiro amor.
Enquanto escrevo o Espírito me diz: “Amados por Deus, amando os outros. Amados por Deus, amando os outros. Amados por Deus, amando os outros!”
É diante de Deus que somos curados e impulsionados a amar. Se não estivermos com Ele não damos conta, não aceitamos nossos erros, nem dos outros. Esquecemos, como me disse o Davi um vez, que limitação é a característica mais evidente do adorador, de todo adorador, não só eu, mas o outro também é limitado e, assim como eu, pode ferir, pode desanimar. Somente Deus é sem limites. E somente diante Dele nosso amor limitado é restaurado. O Amor de Deus no nosso amor. Amados por Deus, amamos os irmãos.
Essa é minha oração essa semana e convido você a fazer o mesmo: Não desistir de amar! Quando as situações nos levarem ao desânimo, ao desejo de largar mão de tudo e “cuidar da própria vida” que o grito do Espírito ecoe em nossos corações: Não desista de amar! Quando der errado nosso plano, quando não formos correspondidos, quando a caminhada estiver difícil, que o Espírito continue a nos dizer: Não desista de amar! E eu tenho certeza, aqueles que decidirem seguir essa ordem não se decepcionarão.
Termino com a letra de uma canção que o Senhor me deu semana passada, que seja nossa oração, nosso clamor
“Faz-me andar nos teus caminhos e viver Tua vontade, pois sei que só assim eu poderei ser santo…
Faz-me ver com os Teus olhos e amar com Teu amor, pois sei que só assim eu poderei servir
Não pela força, nem pelo poder,eu sei , é o Teu Espírito quem opera. Não pelo que eu sou, mas pelo que És
Senhor, faz Tua obra acontecer aqui, faz o Teu povo te encontrar, Te sentir e faz de mim, instrumento em Tuas mãos.Quero viver os Teus sonhos pra mim,Senhor, faz o meu coração como o Teu, faz –me amar a Ti e o que é Teu
E faz de mim instrumento em Tuas mãos”

No Amor do Amado

Carol

h1

Vós também quereis ir embora?

agosto 24, 2009

(Direção Semanal – 24 de agosto de 2009)

Evangelho (João 6,60-69)
Ao ouvir essa pergunta me veio à memória tantas experiências que já tive com o Senhor e acabei respondendo como Pedro: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna.Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus” (v.68s).
Nosso Deus é o Deus da liberdade. Ele nos salva, cura, liberta e ama, sem exigir nada em troca. Essa Palavra nos faz refletir se estamos com o Senhor só quando entendemos o que Ele está fazendo, ou por que realmente reconhecemos que Ele, e só Ele é o Senhor da vida. E isso precisa ser uma reflexão pessoal.
Lembrei-me de tantas pessoas que caminharam comigo e abandonaram o caminho. Viviam as mesmas experiências que eu, iam aos mesmos lugares, mas não deixaram de lado o entendimento humano para aceitar a realidade espiritual. Sei que você também conhece pessoas assim. E nós, precisamos todos os dias clamar o Espírito que nos mantenha nessa realidade espiritual, senão também abandonaremos o Senhor. Devíamos nos fazer todos os dias a mesma pergunta que o Senhor fez aos apóstolos: “Também quero ir embora?”. Com certeza, o Espírito nos trará à memória tantas experiências marcantes com o Senhor e nossa resposta será sempre a mesma: “A quem irei, Senhor? Tu (Só Tu) tens palavras de vida eterna. Se queremos ser no mundo sinal do Reino, precisamos ser do Reino, todos os dias. O Reino de Deus não é deste mundo, sabemos disso, por isso precisamos, ainda estando neste mundo, viver as realidades deste Reino. Viver no Espírito, pelo Espírito e pedir que reconheçamos o Senhor todos os dias.
Estamos ainda no tempo da conversão. Essa palavra nos faz aprofundar mais ainda em nós mesmo, para vermos em que base está firmada a nossa fé. Será que eu me firmo na experiência do outro? E se esse outro desistir pelo caminho, também desistirei? Quantas pessoas deste Evangelho queriam continuar seguindo Jesus, mas porque aqueles que o acompanhavam desistiram, desistiu também. Nosso Deus nos dá a liberdade para conhecê-Lo e para decidir por ficar.
– Vamos orar:
Espírito Santo, Promessa cumprida de Deus, pedimos que infunda em nossos corações o desejo de sempre estar com o Senhor e, se pelo caminho, quisermos voltar atrás, traz-nos à memória o que nos mantém firmes: a experiência verdadeira com o Senhor. Pedimos, Senhor, por todos aqueles que ainda não te conhecem verdadeiramente e que firmam sua espiritualidade e relacionamento contigo na experiência dos irmãos. Tu és o Deus do Encontro.Tu és o Deus do Relacionamento Comunitário e Pessoal. Leva-nos sempre mais a Te conhecer e a Te amar. Em Nome de Jesus. Amém.
– E você? Como tem sido seu relacionamento com o Senhor? Queremos saber de você! Queremos orar com você! Envie para nós o que você pôde refletir com essa direção de hoje.

No Amor do Amado
Carol
http://www.myspace.com/carolcarolo
http://www.oespiritodiz.wordpress.com

h1

Convertendo-se dia após dia

agosto 17, 2009

(Direção Semanal – 17 de agosto de 2009)

II Coríntios 3, 16-18
Conversão. Palavra que às vezes nos assusta quando escutamos. Muitas vezes ouvi falar que ainda não era convertida. Confesso que ouvir isso feria meu coração orgulhoso, mas na verdade, todos nós ainda estamos caminhando para a conversão verdadeira. A Palavra em II Coríntios 3,18 diz: de glória em glória somos transformados.
Quando aceitamos Jesus em nossas vidas, quando decidimos caminhar com Ele, entregar tudo que somos em Suas mãos, também decidimos ser transformados, restaurados conforme a imagem de Dele, conforme Seu pensamento e não o nosso. E isso acontece todos os dias, até o grande dia em que iremos morar com Ele.
A conversão, que precisa acontecer hoje, rasga o véu do conhecimento de Deus. Muitas vezes ouvi reclamações de irmãos que desejam conhecer a Deus , mas dizem que o Senhor não fala, não se move, não da sinal em suas vidas, mas também, muitas vezes são pessoas que não se abriram a conversão. Sabem que precisam confrontar sua realidade com aquela que o Senhor deseja para nós, mas não o fazem, por medo do Senhor converter suas vidas para um caminho que não conhecem. O medo de viver os planos de Deus faz com que o véu seja cada vez mais espesso diante dos nosso olhos. Jesus rasgou o véu para que pudéssemos viver em liberdade no Espírito. Liberdade alcançada pela conversão diária ao Senhor Jesus.
O que é conversão? Mudança, Troca. Todos os dias temos a chance de nos converter e voltarmos ao Senhor. Em cada decisão, em cada escolha, decidindo orar e abençoar o dia, decidindo entregar as dificuldades ao Senhor, em vez de nos entregarmos às dificuldades, decidindo não discutir, fugir de conversas vãs, decidindo abençoar a todos que passam pelo nosso caminho e, mais importantes, decidindo por Deus a cada instante.
Todos devemos, sempre mais, deixar que o Espírito revele o que em nós ainda está em pecado, o que precisamos mudar para nos aproximarmos cada vez mais do Senhor. Ele sempre tem mais e quanto mais deixamos o Espírito nos curar e transformar, mais o Senhor se revela a nós.
Nosso Deus é um Deus próximo, tão real quanto eu ou você e deseja se revelar, mas precisamos rasgar os véus que nos impedem de chegar até Ele. Sem medo. Não há quem tenha feito o caminho diário de conversão que tenha se arrependido. A Presença do Senhor vale cada dor, cada desapego, cada transformação, pois é Ele que nos trás alegria, paz, prosperidade, unção.
Vamos orar:
Senhor Jesus, entreguei minha vida a Ti e desejo viver intensamente os teus planos para mim. Sei que há muito em mim ainda que me afasta de ti e do teu amor, mas abro meu coração ao Teu Espírito, que Ele me ensine, transforme, corrija. De glória em glória quero conhecer-te mais e pertencer mais a TI. Obrigada, Senhor, por tua obra maravilhosa em minha vida. Amém
No Amor do Amado
Carol

h1

Começando um estudo pessoal

agosto 12, 2009

Olá queridos,
Muito tem me falado o Senhor através dos irmãos da Comunidade. São tantas coisas acontecendo, tantos projetos e sei que se o Senhor não me ajudar não conseguirei cumprir meu chamado.

Esses dias, uma irmã da Comunidade, também cantora do Ministério orou por mim. O Senhor nos deu a Palavra de Isaías 60 e 61. Meu marido, também em oração, sentiu que eu devia orar sobre cada versículo desses dois capítulos de Isaías.

Então, a partir de hoje, estarei orando sobre eles. Se você quiser me acompanhar, se sentir em seu coração de fazê-lo, seja bem vindo e também pode me enviar por comentário ou email o que o Senhor colocar em Seu coração.
Esse estudo/oração estará na pagina “Isaías”.

No Amor do Amado

Carol

h1

Só um grão de trigo?

agosto 10, 2009

(Direção Semanal – 10 de agosto de 2009)

João 12, 24-26

Quantas vezes já ouvimos essa Palavra? Quantas vezes já ouvimos falar que é preciso morrer para frutificar. Deixar o que o grão caia na terra e morra nos parece tão doloroso, tão sacrificante. Esquecemos que exatamente para isso é o grão. Para ser colocado na terra. Não há dor em ser o que devemos ser, por mais que pareça que sim. É difícil escutar que quem tenta segurar sua vida a perde, mas é isso mesmo que acontece. Um grão é apenas um grão se não for plantado. Pense na semente. Se ficarmos com uma semente em nossas mãos, o que acontecerá com ela? Secará, perderá o poder de gerar vida. É difícil para nós perdermos o controle das coisas e situações. É difícil aceitar que nossas estratégias nem sempre são as melhores, ou até mesmo as certas. Mas, como sempre, o Senhor nos dá liberdade de escolha: plantar pouco, para colher pouco. Plantar muito para colher muito. Plantar. Talvez a maior dificuldade do homem é plantar a semente. Aceitar que fora de suas mãos ela vai reagir, frutificar. Se desprender da semente para poder ser uma árvore que dá muitos frutos. Esse é o chamado de Deus para nós.
Podemos passar a nossa vida inteira com a semente na mão, pensando no que poderia nascer dela, pensando nas possibilidades que poderíamos viver. Ou, então, lançar a semente na terra e ter coragem de viver tudo que ela frutificar. Os sonhos de Deus para nós são infinitamente mais do que podemos pensar ou até mesmo pedir. Imagine o que você mais gostaria na vida, seus sonhos, seus projetos, suas expectativas. Os sonhos de Deus são INFINITAMENTE maiores, para quem tem coragem de lançar a semente na terra. Em II Coríntios 9 está escrito: 8Deus é poderoso para vos cumular de toda sorte de graças, para que, em tudo, tenhais sempre o necessário e ainda tenhais de sobra para toda obra boa, 9como está escrito: “Distribuiu generosamente, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre”. 10Aquele que dá a semente ao semeador e lhe dará o pão como alimento, ele mesmo multiplicará as vossas sementes e aumentará os frutos da vossa justiça. Por que tememos lançar na terá a semente que Deus nos deu se Ele mesmo promete cuidar para que ela nasça e gere vida, e gere mais sementes para serem plantadas? A única decisão que precisamos tomar para que os sonhos de Deus aconteçam é acreditar na semente e plantá-la. Podemos ser muito mais que um grão. Podemos gerar vida pelo Espírito, gerar mais e mais sementes para serem plantadas e gerarem mais e mais sementes. Mais Presença de Deus, mais Reino aqui na terra. A cada semente plantada uma multidão de pessoas é alcançada pelo Senhor. Cada vez que decidimos lançar a semente na terra, o Espírito tem mais liberdade em nossas vidas. E mesmo que agora pareça morta, mesmo que pareça que a terra engoliu a semente e não vai devolver…espere. Logo a árvore estará aí e teremos muito mais sementes para plantar.
VAMOS ORAR:
Senhor, Tu és o Deus da possibilidade, Tu és o Deus da simplicidade e também do poder. Quero acreditar no poder da semente que o Senhor me deu. Quero ter coragem de lançá-la em Ti e deixar frutificar. Os teus sonhos pra mim são mais do que eu posso sonhar, teus pensamentos muito mais altos do que os meus, mas eu quero vivê-los, por que sei que somente assim vou poder ser feliz e fazer outros felizes também. Dá-nos coragem , Senhor, de frutificar em Ti. Em Nome de Jesus, amém!
No Amor do Amado
Carol

h1

Um pouco sobre esses dias

agosto 8, 2009

Este tempo de parar (obrigatório) foi muito bom pra mim. Pude receber oração dos irmãos e pensar em muitas coisas que o Senhor tem feito por nós. Só parando pude ver que a correria tinha me afastado da intimidade com Deus, estava ficando vazia e esquecendo muita coisa que o Senhor tinha me pedido. Parar me fez voltar os olhos para os sonhos de Deus, Seus planos para mim, tantos projetos.

Em um dos dias de crise (respiratória) o Davi, minha mãe e o Marcelo oraram por mim. Eu estava tão cansada, tão estressada com tudo, parece que todo o peso das gravações e lançamento e missão caíram naquela hora. E dentro de mim só ecoa: “É o primeiro passo!!! É o primeiro passo!”

Pensar nos planos de Deus me assuta, as vezes, pensar que não tenho estrutura pra fazer tudo que Ele sonha pra mim. Mas, como sempre, o Espírito Santo é maravilhoso. Através do irmãos me abençoou, me fortificou, me deixou descansar em Seu colo. Cada palavra que eles lançaram sobre mim teve seu efeito.

Sei que os planos não são meus, e todas as vezes que penso que são acabo assim, cansada demais pra continuar. A estrutura, é o Senhor quem dá. A minha parte é estar com Ele, não é atoa que nosso primeiro CD canta isso: “Só eu e Tu!”.

Quando estamos doentes vemos o quanto o tempo é precioso. Queremos levantar e compor, gravar, pregar, aprender linguas, escrever…mas o tempo é de descanso e fortalecimento.

Espero no Senhor o restabelecimento de todas as coisas e forças pra ir além….ir onde Ele quiser me levar…

h1

O Senhor nos garante a segurança

agosto 5, 2009

Olá queridos,
Como não pude escrever…o Marcelo escreveu a direção pra mim essa semana…está uma benção…sejam abençoados!!!

(Direção Semanal – 4 de agosto de 2009)

O Salmo 80 é um exemplo bem claro de que não conseguimos por nós mesmos entrar na condição de filhos que confiam suas preocupações, ou até mesmo que se confiam inteiramente nas mãos do Senhor Deus. Acredito que isto não deve espantar a Deus, pois Ele melhor do que ninguém sabe do que somos feitos e das nossas muitas incapacidades, dentre elas a dificuldade em confiar em seus planos. O Salmo nos diz bem isso:
– Mas meu povo não ouviu a minha voz, Israel não quis saber de obedecer-me. Deixei, então, que eles seguissem seus caprichos, abandonei-os a seu duro coração.
– Quem me dera que meu povo me escutasse! Que Israel andasse sempre em meus caminhos! Seus inimigos, sem demora, humilharia e voltaria minha mão contra o opressor.
– Os que odeiam o Senhor o adulariam, seria este seu destino para sempre; eu lhe daria de comer a flor do trigo, e com o mel que sai da rocha o fartaria.

Mas, o contrário desta postura acontece conosco. Nós ficamos por deveras espantados quando nos deparamos com nossas misérias, com nossa falta de fé, de entrega, de esperança nas promessas de Deus. Quando lemos o Salmo e percebemos que a Bíblia está se referindo a nós, povo duro de coração, como nos percebemos cheios de argumentos e justificativas boas para nos redimir diante do Senhor.
Acredito que quanto mais vamos percebendo que não damos conta mesmo, mais vamos permitindo que nosso ser se alinhe aos planos do Pai. Mais vamos reconhecendo que não é necessário outro caminho ou outra religião, pois o mesmo Senhor estará conosco aqui ou acolá. Então, o que devo fazer? Voltemos ao Salmo. O livro dos Salmos reflete toda a Bíblia, portanto podemos beber da vontade de Deus aqui. Porque somos duros de coração, o Senhor nos deixa caminhar ao sabor de nossa vontade. O lamento de Deus revela seu amor e sua tristeza em esperar de nós uma postura e receber nossa dureza interior.
O que não percebemos é que o maravilhoso de Deus em tudo isso é nos acolher assim, sem justificativas humanas ou argumentos. O seu desejo é nos fazer felizes, plenos, afastar nossos opressores, nos fartar com o alimento de suas delícias e nos dar segurança não a partir de nossos atos, mas, a partir Dele mesmo. De sua ação salvadora e de seu amor. Se você ficou constrangido, não se preocupe. Apenas nos rendamos à este infinito amor.
No amor do amado.
Carol e Marcelo Carolo