Archive for março \28\UTC 2011

h1

Um Reino para todos

março 28, 2011

Depois de pararmos diante do Senhor e reconhecer. Esta semana queremos dar mais passos em Sua direção em em direção daqueles a quem nem sempre compreendemos.

Ontem, a leitura para a Igreja foi do Evangelho de João, capítulo 4. Tão conhecido de todos nós e muito assumido por todos aqueles que desejam ser os adoradores que o Pai procura.

No entanto, muitas vezes nós nos colocamos na condição dos discípulos, daqueles que “contém” a benção, dos que a “mereceram” e esquecemos que, na verdade, somos parte daqueles que não eram povo, mas o Senhor chamou “meu-povo”, como lemos no livro de Oséias:

“E semeá-la-ei para mim na terra, e compadecer-me-ei dela que não obteve misericórdia; e eu direi àquele que não era meu povo: Tu és meu povo; e ele dirá: Tu és meu Deus!” (2,23)

Achei muito interessante quando ouvi a proclamação do Evangelho declarando que os discípulos nem dirigiram a palavra para aquela mulher, por que era samaritana, por que era mulher, por que era pecadora e deixaram de perceber que o Mestre estava ali falando e tocando a sua vida. Perderam a lição, por que seus olhos estavam cobertos pelo preconceito: Jesus estava rompendo várias fronteiras para que o Reino de Deus atingisse mais e mais corações.

Ao nos declararmos povo, assumimos a benção de um Reino que é para todos. No Evangelho de Lucas, também capítulo 4, 24-30, encontramos Jesus dizendo aos escolhidos que aqueles que eram tidos como pagãos, retirados dos que pertenciam ao Senhor estavam recebendo muito mais da Presença de Deus dos que os que se declaravam herança do Senhor.

Somos todos povo de Deus e corremos o risco de fazer exatamente a mesma coisa que aqueles que viviam na época de Jesus e estipular quem é merecedor do Reino e quem não é.

Que esta Quaresma nos leve a refletir sobre esse Reino que vem para todos, independente de onde e como estejam, importa é que aceitem o Senhor e a Salvação que somente Ele dá. Ali, no deserto, onde não há fronteiras, limites de terra ou de descendência, onde todos somos um só povo que busca uma experiência maior de conversão, que o Espírito nos convença cada vez mais de que o céu é herança para todo que crê em Jesus e se entrega a Ele.

 

No Amor do Amado

Carol

 

h1

Primeiro passo: Reconhecer

março 21, 2011

Nossa direção dessa semana ficará sobre o capítulo 9 de Daniel. Precisamos aprender o caminho do reconhecimento, do perdão, do clamor, da cura nesta quaresma.

O capítulo 9 de Daniel nos ensina o reconhecimento como passo para a conversão, clamor e cura em nossas vidas. Queremos reconhecer, assim como Daniel, onde estamos estagnados em nossas vidas por causa de nosso pecado. Muitas vezes, choramos diante do Senhor as promessas que nos fez, os grandes sonhos que plantou em nossos corações, mas não paramos para olhar em nossas vidas e reconhecer que nós mesmo temos vivido longe do caminho que nos leva ao cumprimento das promessas. Temos preferido nossas idéias, nossa concepção de certo e errado, nossas “facilidades” à voz e á direção que o Senhor tem nos dado, pela Palavra, Oração, pelos seus servos, padres, pastores, líderes.

Não reconhecendo nosso pecado, não podemos nos arrepender verdadeiramente, e sabemos que o Senhor se esconde do coração de dulpa intenção. De nada adianta passarmos esse tempo aparentemente nos confrontando com nossa realidade de pecadores edemonstrando certa piedade, quando, na verdade, estamos seguindo meros preceitos. É preciso parar, reconhecer os erros, reconhecer-nos pecadores e voltar à misericórdia de Deus.

A Palavra em Daniel diz que assim que ele começou a reconhecer o seu pecado e o pecado do povo de Deus, um anjo foi enviado para libertá-los daquela situação, mas que ele estava enfrentando o mal, que havia tomado poder sobre o povo, para chegar. O Senhor vem em nosso auxílio sempre que, de reta intenção, o clamamos. Precisamos acreditar e esperar: Ele Vem!

Ele vem, por que a obra não é nossa, é Dele, leva Seu Nome e Sua marca. Quando decidimos devolver ao Senhor o que lhe pertence, ELe pode vir e agir em nós, nos libertando do pecado que nos faz independentes da Sua graça, quando na verdade nada podemos fazer sem ela.

Que esta semana, possamos parar para reconhecer nosso caminho, ver onde temos andado mal, reconhcer o Senhor que aguarda ansioso pelo nosso arrependimento sincero para vir em nosso auxílio. Reconhecer que só o Senhor é Deus.

No Amor do Amado

Carol

 

h1

Tempo de gerar as promessas

março 15, 2011

Estamos neste tempo que chamamos Quaresma. Tempo de parar, rever nossa história, nos colocarmos diante de Deus e nos prepararmos para a Celebração da nossa Salvação, a Páscoa.

Todos somos convidados ao deserto, o lugar onde o Senhor pode trabalhar em nós, nos enraizar na Sua Palavra e nos fortificar para receber tudo que Ele tem para nós.

O deserto nos parece difícil, custoso e quase todas as pessoas preferem fugir dele à enfrentá-lo. É interessante perceber que o Espírito quem leva o próprio Jesus ao deserto e faz o mesmo conosco. E para quê? Para que possamos gerar as promessas do Senhor em nós.

Ali, no deserto, começamos a ser tratados pelo Senhor para que possamos receber o cumprimento das promessas. Somos provados em nossa convicção de fé. Ali, onde não temos nada mais que o Senhor, seu Espírito que nos conduz e nos recorda de todas as coisas, para que fortalecidos Nele, possamos vencer as tentações do deserto.

A primeira tentação do deserto é a insegurança. Ao olhar para todos os lados não conseguimos distinguir o caminho a seguir. Todos os caminhos nos parecem iguais e precisamos confiar que o Espírito está nos levando ao lugar certo.

Também encontramos a tentação do limite. No deserto precisamos, mais do que nunca, confiar na provisão de Deus, que no tempo certo nos levará ao oásis, nos dará alimento, nos sustentará em meio aos ventos, ao calor e ao frio.

Além disso, a tentação do tempo é o que mais aflige os corações daqueles que são levados ao deserto. Na maioria das vezes, a maior reclamação que ouvimos dos servos de Deus é que Ele está demorando demais para cumprir o que prometeu. Mas precisamos confiar que o Senhor está nos preparando para receber integralmente o cumprimento das promessas. O Senhor não nos dará o que prometeu enquanto não estivermos prontos para receber.

O deserto nos ensina a confiar, esperar e crer que o Senhor cumprirá cada palavra a nosso respeito, mas precisamos nos colocar à disposição do Espírito que nos guia, nos dá provisão e nos prepara para sermos e termos o que o Senhor tem para nós.

Aproveitemos esse tempo para aprender a gerar as promessas e nos preparar para recebê-las e no fim, assim como o Senhor Jesus, seremos vencedores sobre as tentações que querem impedir que a obra em nós seja completa.

No Amor do Amado

Carol

h1

Carnaval 2011 – Muito poder de Deus

março 10, 2011

Não há dúvidas de que nosso lugar é na Presença de Deus. Este Carnaval pudemos experimentar intensamente o mover de Deus em nosso retiro de formação anual e também nas noites de louvor na Comunidade Adorai em Varginha.

De sexta a segunda feira nos reunimos todas as noites para adorar a Deus e aprender Dele a oração, a viver  longe da depressão, a clamar por nossas famílias e assumir nosso chamado ao Amor. Em pregações lindas, cheias do mover de Deus, muito louvor, muita alegria, um povo bem disposto a experimentar a Graça e ser transformado.

Também tivemos a oportunidade maravilhosa de nos formarmos mais uma vez durante o carnaval. Uma pena que alguns membros da Comunidade de outras cidades não puderam vir, mas os que vieram se sentiram completamente renovados e animados para a Missão. Foram três dias de formação e muita oração entre os membros aliança, vida e servos da Comunidade. Que o Espírito estenda a benção derramada sobre nós, sobre aqueles que, por motivo sincero e real, não conseguiram estar presentes.

Na terça-feira, a Comunidade permite que seus membros estejam em outros retiros. Alguns membros foram participar em outras cidades ou grupos de Varginha mesmo. Eu, Marcelo e Izaura fomos para Três Pontas. Apesar do cansaço, do nenem reclamando um pouco da mãe sem sossego, confesso que não tenho palavras para agradecer a Deus por me dar forças e acompanhar o Marcelo em Três Pontas. Fiquei maravilhada com o poder de Deus sobre nós e sobre todos que estavam lá. As pregações do Marcelo foram lindas, poderosas da Presença de Deus. O que posso dizer é que somos honrados por sermos chamados por Deus.

“Não é pela força, nem pelo poder, mas pelo meu Espírito – diz o Senhor” E é nesse Espírito que queremos entrar na Quaresma e também viver todos os dias de nossas vidas. Que Ele  complete a obra do Senhor em nós.

No Amor do Amado

Carol

Marcelo conduzindo oração. Davi e Ju haviam pregado sobre Família

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oração

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pregação - Vivendo longe da Depressão - Edvânia

MInha família é um projeto de Deus - oração antes da Pregação - Davi e Ju

Oração pelos solteiros que desejam constituir família

Formação - Davi

Meire e Edmir - Pregação - Consagrados para Amar

Pequeno Israel - Retiro de Carnaval para os pequenos também

Pregação do Marcelo em Três Pontas - Identidade de Adorador

h1

Fazei novos milagres, renovai os prodígios

março 2, 2011

“Tende piedade de nós, Senhor, Deus do mundo inteiro, e olhai! Mostrai-nos a luz do vosso amor. 2aInfundi o vosso temor em todos os povos que não vos procuram, para que saibam que não há outro Deus senão vós. 5Que eles vos reconheçam, como nós reconhecemos, que não há Deus além de vós, Senhor. 6Fazei novos milagres, renovai os prodígios. 13Reuni as tribos todas de Jacó, e dai-lhes a herança como no tempo antigo. 14Tende piedade do povo chamado pelo vosso nome, e de Israel, a quem tratastes como primogênito. 15Compadecei-vos de vossa santa cidade, de Jerusalém, lugar de vossa morada. 16Enchei Sião de vossa majestade, e de vossa glória o templo. 17Dai testemunho daqueles que, desde o inicio, são vossas criaturas, realizai o que os profetas em vosso nome disseram. 18Dai a recompensa àqueles que esperam em vós, mostrai que os vossos profetas tinham razão. Escutai, Senhor, a oração dos vossos servos, 19pela benevolência que tendes para com vosso povo, conduzi-nos no caminho da justiça, e que o mundo inteiro reconheça que vós sois o Senhor, o Deus de todos os tempos.”

Eclesiástico 36,1-2a.5-6.13-19

“Fazei novos milagres, renovai os prodígios!” Clama nossos corações nesse tempo que o Senhor tem chamado de Novo. Estamos ansiosos por receber do Senhor tudo que Ele mesmo nos prometeu. E o que seria isso?

Além de todas as promessas pessoais que, com certeza, o Senhor tem feito ao meu coração, ao seu coração, há uma promessa de avivamento que foi lançada sobre todos nós, em todas as áreas de nossas vidas.

Esta semana, entraremos no Carnaval. Muitos estarão em retiros, clamando este renovo de Deus. E convido você a deixar de lado as estratégias e abandonar as dúvidas. Tanta coisa tem acontecido em nossas vidas, podemos deixar que as situações esfriem nossa fé, nos façam racionalizar o poder de Deus e nos fechamos ao sobrenatural. Mas, aqui nesta Palavra, aprendemos a clamar por novos milagres, novos prodígios em nosso meio, em nós e naqueles que ainda não creem. Pela obra em nós, o Senhor quer alcançar aqueles que ainda não têm o coração convencido do Seu Amor e do Seu poder.

Que este seja, realmente, um tempo de Novo, de Renovo, de retomada daquele Amor primeiro, que nunca deveria ter passado. Pensamos estar amadurecendo quando começamos a entender, ou achar que estamos entendendo a obra de Deus. Perdemos o olhar de criança fascinada sobre Seu mover. Perdemos o coração expectante por sentir Seu tocar, por ouvir Sua voz, por perceber Sua Presença nas coisas simples e também nas extraordinárias.

Que o Senhor encha nossas vidas da Sua majestade e da Sua glória. Vivendo o Novo de Deus seremos sinal para os que ainda não O encontraram.

No Amor do Amado

Carol