h1

Direção de 20 de abril de 2009

abril 20, 2009

Necessário é nascer de novo

Nascer segundo o dicionário é : vir ao mundo, brotar, surgir, ter vida. A Palavra de Deus nos diz que é preciso nascer de novo, mas como pode algo que existe deixar de existir , para poder existir novamente? Como pode uma pessoa que já é nascida, nascer de novo? Essa era a pergunta de Nicodemos para Jesus diante dessa frase; Necessário é nascer de novo (João 3, 7-15). Essa é muitas vezes o questionamento do nosso coração: Nascer de novo? Ter uma nova vida? Isso é possível?

A Palavra de Deus nos mostra que sim. Em II Coríntios 5, 17 está escrito: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”, e em Romanos 6,4 : “De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.”

Uma nova vida é o que Jesus conquistou para nós. Ele é a Nova Vida, derramada por nossa causa, dada a nós pelo Pai, no Espírito. Mas a nova vida é para os humildes, para os que desejam sempre, mais e mais, ser diferente, mudar atitudes, ter realmente uma mente renovada segundo a mente de Cristo.

Nascer do alto, não significa deixar a existência presente para um novo nascimento, mas que nossa história seja renovada em Jesus, recriada a partir da nossa experiência com ele. Jesus assume a nossa história e nos ensina a também assumi-la, com um novo olhar. Muitas vezes usamos uma frase bem conhecida para justificar erros ou nosso caráter, “eu sou assim mesmo, difícil, quem me amar, tem que me amar assim”. Com certeza, o amor assume todos os nossos erros e nossos defeitos de personalidade e caráter, no entanto, se fosse para que ficássemos da mesma forma, sem termos progresso algum em nossas vidas, era necessário que Jesus assumisse nossos pesos, nosso fardo do pecado? Não. Ele assumiu para que pudéssemos ser livres deles, para que como novas criaturas possamos ser imagem e semelhança daquele que nos criou, do Deus Todo-Amor.

Em muitas cartas, Paulo, exorta os irmãos a fugirem da maledicência, da inveja, da cobiça e de tantas outras coisas que corrompem o coração do homem e o fazem viver a vida velha, como o próprio apóstolo diz. Mas quando, vivendo a comunhão com o Espírito, o deixamos dominar nossos corações, percebemos que nossa personalidade, nossas atitudes, nossa vida é transformada. Em Gálatas 5, 19-22 vemos que Paulo fala daqueles que andam com o Espírito verdadeiramente e trazem em si as marcas que Ele deixa, e dos que não andam e trazem em si as marcas do mundo. Pelo Espírito, assumimos a própria vida de Cristo, e Ele gera em nós atitudes de Cristo. “Já não sou eu quem vivo, mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2, 20).

Isso é nascer do alto. Nascer do Espírito. Deixar dia após dia, o Senhor transformar nossas vidas, transbordar nossa vida com a Sua vida. Fazendo de cada um de nós cada vez mais Presença do Amor neste mundo tão egoísta. Peçamos ao Espírito, que nesse tempo de preparação para a festa de Pentecostes, possamos ser transformados, avivados em nossa personalidade, para que as características de homem e mulher novos possam ser cada vez mais presentes em nós e não celebremos o Espírito que só vem no dia da festa, mas Aquele que já está vivendo em nós. A Páscoa do Senhor Jesus nos trouxe a nova vida, peçamos ao Espírito que nos ajude a assumir essa vida todos os dias de nossa existência e a cada nova manhã nos faça nascer de novo, nascer do alto, experimentar um Novo Pentecostes.

Vem, Espírito Santo!

No Amor do Amado

Carol

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: